Página inicial

CONTACTOS
Rua Latino Coelho, 465
4000-316 Porto
GPS: 41º 9' 35'' N / 8º 36' 12'' W
Tel: 225073360   Fax: 225073369
E-mail:secretaria@colegiodapaz.com.pt

-

-

-

-

 

-

-

-

 

PRÉ-INSCRIÇÕES

 

CATEQUESE INSCRIÇÕES

 

APOIO PEDAGÓGICO NO 2º e 3º CICLOS

 

Atendendo a que a avaliação, sendo parte do processo de ensino-aprendizagem, permite verificar a aquisição dos objetivos/metas/competências do currículo; diagnosticar insuficiências e dificuldades; orientar o processo educativo; atendendo a que a retenção dos alunos deve ser uma medida pedagógica de última instância, considera-se importante otimizar as situações de aprendizagem, prevendo Planos Específicos (de Recuperação, de Apoio, de Desenvolvimento e de Acompanhamento) com vista ao sucesso educativo dos alunos e levados a cabo pelos diferentes professores de cada turma de forma coordenada e sujeita a avaliação sistemática.
Assim, os alunos que, no Colégio e no 2º e 3º ciclos, revelam desfasamento face aos objetivos/metas/competências de aprendizagem previstos, são objeto de sinalização por parte dos professores do conselho de turma ou do director de turma, com o apoio do serviço de psicologia, com vista ao estabelecimento de Planos de Sinalização.


1 – PLANOS DE SINALIZAÇÃO
1.1 – Plano de Apoio


Sempre que o Conselho de Turma ou o professor de uma disciplina julgar pertinente, poderá elaborar um Plano de Apoio para os alunos que não preencham os critérios para a elaboração de um plano de recuperação mas cujo défice face aos objetivos/metas/competências previstos (transversais ou específicos de determinada área) seja evidente.
O Plano de Apoio é um documento interno que define estratégias de recuperação, adequadas às características do aluno, de forma a apoiá-lo na aquisição de aprendizagens e competências em défice.
Sempre que se verificarem dificuldades ou desfasamento significativos, o Plano de Apoio deverá ser substituído por Plano de Recuperação.


1.2 - Plano de Recuperação


O Plano de Recuperação é o conjunto das actividades desenvolvidas quer no âmbito curricular quer de enriquecimento curricular que contribuem para que os alunos adquiram as aprendizagens e competências previstas no currículo do ensino básico. Pode integrar diversas modalidades e estratégias: pedagogia diferenciada na sala de aula, programa de tutoria (orientação e aconselhamento do aluno), actividades de compensação, aulas de apoio e recuperação, etc.. Estas dependerão da circunstância de cada aluno e das disponibilidades do Colégio Nossa Senhora da Paz.
A elaboração de Plano de Recuperação é obrigatoriamente aplicável aos alunos que obtêm, no final do 1º ou 2ºperíodos 3 níveis inferiores a 3 em diferentes disciplinas, ou nível inferior a 3 a Português e Matemática (simultaneamente).
Os Plano de Recuperação devem ser actualizados (e os Pais ou Encarregado de Educação informados) quando:
a) o aluno apresenta competências em défice noutras áreas para além das descritas no plano de recuperação original;
b) se verifica um agravamento ou acréscimo significativo das competências em défice (transversais ou específicas) anteriormente referidas.
c) se alteram ou definem novas estratégias de recuperação para o aluno.


1.3 - Plano de Desenvolvimento


O Plano de Desenvolvimento é o conjunto das actividades desenvolvidas quer no âmbito curricular quer de enriquecimento curricular que possibilitam aos alunos uma intervenção educativa bem sucedida, criando condições para a expressão e desenvolvimento de capacidades excepcionais. Pode prever modalidades e estratégias diversas, tais como a pedagogia diferenciada na sala de aula, programas de tutoria (para orientação e aconselhamento do aluno), actividades de enriquecimento, etc.. É aplicável aos alunos que revelem capacidades excecionais de aprendizagem, sendo decorrente da avaliação sumativa do 1º período.
A aplicação de um Plano de Desenvolvimento deve resultar de um diagnóstico fundamentado e comprovativo da existência de capacidades excecionais de aprendizagem.


1.4 – Plano de Acompanhamento


O Plano de Acompanhamento é o conjunto das actividades desenvolvidas quer no âmbito curricular quer de enriquecimento curricular que incidem nas disciplinas ou áreas disciplinares em que um aluno não adquiriu as competências essenciais, com vista à prevenção de situações de retenção repetida. É aplicável aos alunos que tenham sido objeto de retenção, como resultado da avaliação sumativa final do respetivo ano ou ciclo de escolaridade, e elaborado pelo Conselho de Turma, sendo aplicado no ano escolar seguinte.

2 – APOIO PEDAGÓGICO EM GRUPO


Do horário dos alunos (embora em tempo extra letivo) constam tempos semanais de apoio pedagógico, da responsabilidade de professores das diferentes disciplinas (geralmente Português, Inglês, Matemática, Físico-Química e História), que visam:
- Promover a melhoria de competências, proceder ao esclarecimentos de dúvidas, promover e orientar o estudo autónomo dos alunos.
- Promover a aquisição de competências que se encontrem desfasadas dos objetivos previstos para uma determinada disciplina e/ou para o conjunto da turma em que o aluno se insere.
A sinalização desses alunos para frequência destes apoios é da competência do professor da disciplina, do Conselho de Turma, do Serviço de Psicologia ou da Direção.
- Ser uma estratégia complementar de todo o trabalho realizado no âmbito das aulas de cada disciplina;
Por isso, os Apoios estão disponíveis para todos os alunos que os pretendam frequentar, tendo como referência as competências previstas para o ano de escolaridade que o aluno frequenta.
Para os alunos que revelem desfasamento na aquisição das competências previstas para o seu ano de escolaridade o apoio tem caráter obrigatório, sendo os mesmos sinalizados pelos directores de turma ou professores das disciplinas, com posterior informação enviada aos Pais.